A Idalina Jorge lançou o desafio para daqui a umas semanas, mas vou antecipar-me desde já: dizer bem de alguém, dizer bem de alguma coisa na educação.

Os meus alunos são trabalhadores e estudantes . São alunos “nocturnos” e não sabem ainda que tenho este blog. São pessoas que trabalham durante todo o dia, adultos com 30, 40 ou 50 anos, cujo quotidiano é preenchido entre a escola e o emprego.

São pessoas que trabalham das 8 da manhã às 6 da tarde; que dispensam o jantar cinco dias por semana, 36 semanas por ano; que têm filhos e maridos ou esposas que só podem ver ao fim de semana; que se despedem dos filhos de manhã, ainda eles dormem, mas só chegam a casa à noite, quando eles já dormem. Que têm empregos mal pagos, motivo que os leva a fazer mais um esforço para conseguir melhores habilitações e melhores empregos. Que não estudaram quando eram “novos”, porque os respectivos pais precisaram de braços para pagar as contas. Que têm pais acamados, idosos, de quem tratam com os maiores cuidados mesmo em tempo de aulas. Os meus alunos aguentam o “balanço”, apesar das “novas oportunidades” e das falsas promessas de computadores a cento e cinquenta euros.

Os meus alunos da noite são um belíssimo exemplo para grande parte dos alunos de “dia”. Não sabem, mas são uns heróis.

5 thoughts on “Dizer bem 1

  1. mcp

    Esses são alunos no verdadeiro sentido da palavra. A maior parte dos alunos que tenho de dia são veraneantes permanentes, de chinela rasca no dedo, chicla irritante na beiça e ventania entre as orelhas. Não sabem a sorte que têm por poderem estudar. Bom, por poderem frequentar a escola porque estudar nem precisam, já que nas reuniões de avaliação são carregados ao colo pelas estatísticas…

  2. Idalina Jorge

    Caro SL, cometi um erro de digitação. O dizer bem começa amanhã. Ainda bem que se antecipou.
    Até amanhã na blogosfera para dizer bem. Bom domingo.

  3. SUSANA

    PASSEI PELO TEU BLOG E LI ESTE COMENTÁRIO. ESTES ALUNOS SÃO DE FACTO UNS HERÓIS QUE, GRAÇAS AO PROCESSO DE BOLONHA, VÃO CONTINUAR ESSE CAMINHO DE CORAGEM NAS UNIVERSIDADES.
    UM EXEMPLO PARA TANTOS JOVENS QUE AINDA NÃO ENTENDERAM QUE ESTUDAR É UM TRABALHO E UMA OPORTUNIDADE QUE NÃO DEVEM DEITAR FORA.
    BEM HAJA!

  4. SL

    Susana! Olá! Como chegaste até cá é que continua a ser um mistério… Beijinhos nossos para ti e para quem sabes! (verifica o teu e-mail)

  5. Catarina

    Os cursos nocturnos já fecharam há seis anos na «minha» escola e ainda tenho saudades dos meus alunos da noite. Foram os melhores alunos que já tive!

Leave a reply

required

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.