Uma professora da Escola E.B. 2.3 Frei Caetano Brandão, em Braga, tirou o telemóvel a uma aluna, depois de o aparelho ter tocado na aula e entregou-o ao Conselho Diretivo. A mãe soube do que aconteceu e não gostou; insultou a docente, disse que lhe ia “bater” e esperou-a à porta do estabelecimento com o intuito de a agredir.

 

 

Escola EB2,3 Frei Caetano Brandão

 

 

Por isso, foi agora condenada pelos crimes de injúria agravada (420 euros de multa) e coação agravada (sete meses de prisão, substituídos por 210 horas de trabalho a favor da comunidade). Tem ainda de pagar 1500 euros de indemnização que vão reverter para uma instituição de solidariedade social.

A sentença ainda não transitou em julgado, já que Liliana Barbosa da Silva, residente em Ferreiros, recorreu para o Tribunal da Relação de Guimarães por discordar da sentença.

Posted in: Notícias.
Last Modified: Maio 31, 2015

Leave a reply

required

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.