Milton Friedman

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=W3Seg0JE1PM]

 Friedman foi um dos fundadores da Escola de Chicago, um grupo informal de economistas provenientes do departamento de economia da universidade de Chicago, que “defendia a redução do peso do Estado na economia e acreditava que a livre actuação das pessoas e dos mercados faria com que a economia se desenvolvesse,” explica Jorge Santos, professor de economia do ISEG. Para esta corrente, o melhor governo é aquele que governa menos cabendo-lhe, sobretudo, controlar a oferta de dinheiro e criar condições para o correcto funcionamento do mercado. Friedman desenvolveu, também, a teoria do monetarismo, que sublinha a importância do controle da emissão de moeda, e não de políticas fiscais, para combater a elevada inflação.
Celebrizada pela defesa do liberalismo económico na sua forma mais pura, a Escola de Chicago viria a estar envolvida em polémica, quando alguns dos seus docentes, incluindo Friedman, foram conselheiros económicos da ditadura chilena de Augusto Pinochet. (+)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.