Nuno Crato admite segunda língua estrangeira obrigatória nas escolas

O ministro da Educação afirmou esta terça-feira que a União Europeia pretende aumentar a cooperação com universidades africanas e asiáticas, nomeadamente com a China, e admitiu que o ensino de uma segunda língua estrangeira possa vir a ser obrigatório.

As posições de Nuno Crato foram assumidas em declarações aos jornalistas em Bruxelas, à margem da reunião do Conselho de Educação.

http://www.jornaldenegocios.pt/economia/educacao/detalhe/nuno_crato_admite_segunda_lingua_estrangeira_obrigatoria_nas_escolas.HTML

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.